Skip to content

junho 13, 2010

Pode parecer capa de chuva, mas eu adorei esse figurino de uma apresentação da Christina Aguilera

To gostando cada vez mais das roupas de show da Fergie. Ta total moderno , super rock ‘n roll!

Anúncios

Os 50 mais estilosos do século?

junho 9, 2010

O site live journal lançou uma lista dos 50 homens mais estilosos do século.

Só se esqueceram do Robert Downey Jr., né!

Ripped Jeans

junho 8, 2010

Eu adoro quando a coisa se trata de reformar roupa. Ainda mais quando isso inclui uma tesoura na mão. Rs.

Utilize de agua sanitaria, lixas (tambem vale usar um ralador) e tesoura.

Balmain Jeans

Leia mais…

A moda do Coletivo MARTE

maio 7, 2010

Dia 29/05 rola a terceira edição do Coletivo Marte, um evento que reúne música, moda e arte num espaço urbano e super divertido. Para quem curte moda, pode se preparar: você vai encontrar o Swing de Roupas e dois bazares. Um é da EVOD, a marca do post anterior. O outro é das meninas do Mimozário.

Só pra ir começando a sua lista de compras, olha esses acessórios:

carteira de mão floral

lixinho para carro

Pra fazer a lista completa, é só visitar www.elo7.com.br/mimozario

Swing de Roupas?

Pra quem já brincou e pra quem tá aprendendo a brincar, a ideia é simples: tudo o que você tiver em casa que não faz a sua moda, você separa. E todo mundo faz o mesmo. Quando chegar no Marte, você entrega na mão dos organizadores, que vão separar tudo e montar uma espécie de brechó. Com os cabides a postos, você escolhe o que quiser, sem precisar pagar nada por isso.
No final, fica ainda mais interessante: as peças que não arrumaram um novo dono no dia do coletivo são doadas para instituições que tem gente que tá precisando dessas peças.

A ideia de trocas solidárias surgiu na Europa, na década de 50 e ao mesmo tempo que é simples, é genial: como boa parte da população está sujeita às especulações financeiras e muitas vezes não tem acesso ao crédito, as trocas solidárias aparecem como uma alternativa de organização econômica. Nas feiras de troca mais tradicionais, cria-se uma ‘moeda fictícia’ que só vale dentro daquele grupo e é o ‘dinheiro’ que as pessoas usam para realizar suas ‘compras’.
Como estamos no início, no próximo Marte o esquema vai ser um pouquinho diferente: você traz quantas peças quiser e leva quantas quiser também. Ao entregar as suas peças, você receberá uma identificação, que mostra para todos os organizadores da troca que você pode levar as peças dali.
Pronto! Agora é só fazer o bota-fora na sua casa e vir pro Marte escolher tudo o que tem a sua cara, escutar boa música e curtir arte.

Algumas das peças que já estão separadas pra você se divertir:

onças da vez

camisas e blusas à vontade

E para os participantes do Swing de Roupas, no dia acontece também o sorteio de um kit: uma Ecobag recheada com dois cabides personalizados pra deixar o seu guarda-roupa ainda mais bonito!

os cabides personalizados

Pra saber mais, acesse www.coletivomarte.wordpress.com

Entrevista com a EVOD

maio 3, 2010
Na próxima Festa Marte Ataca, do Coletivo Marte, a EVOD vai participar do nosso bazar. Saiba tudo sobre eles aqui!
Quem faz parte da marca?
Os Fundadores são o Guto e Paulinho, além de um atleta de skate, o Eric César
Como ela surgiu?

Surgiu de uma brincadeira! O Guto tinha uma outra marca no seguimento de surf, mas estava desanimado, não havia divulgação. Então eu e o Paulinho inventamos o nome EVOD! E com isso a história foi mudando e virou uma marca, pois foi caindo no gosto do público que queremos atingir.
Qual é o estilo/filosfia da Evod?
O estilo é voltado pro público urbano! Grafiteiros, skatistas, baladeiros que saem durante a semana, o público de baladas alternativas, e para as pessoas de bom gosto, é claro!
Quem faz os cortes? e as estampas?
Ainda não temos uma confecção. Pegamos camisetas e bonés prontos. Já as estampas, estamos criando junto com a galera do graff e das artes, fazendo cada remessa nova de camiseta de algum artista diferente.
Como é o processo de criação das peças?
A galera do grafite e de artes que nos dão as idéias e criações e nós estampamos. Se alguém quiser ver sua arte estampada em uma camisa EVOD! manda pra gente que faremos um trabalho bem legal.
O que quer dizer Evod?
Enquanto VOcê Dorme!
Como vocês enxergam o mercado da moda hoje?
Temos uma visão que no mecado de moda tá faltando isso. Chega de marca específica para skate, pra surf etc… Temos que ter uma marca que agregue valor e que diferentes tribos usem, e não direcionada simplesmente para uma galera.
E a moda no ABC, como é?
Não estamos muito antenados com a moda. Fazemos nossas coisas seguindo o seguinte parâmetro: fazemos coisas que nós usaríamos, e não existem melhor maneira de vender nosso produto se nós mesmos não aprovarmos e usarmos.
Qual é a importância pra vocês de participar de um evento do Coletivo Marte?
Divulgação, além de agregar para o Coletivo, fazendo sempre a família crescer junta nas próximas festas. Sempre colocando nossa marca em lugares que queremos estar, que façam parte das pessoas que estão ali.
Quais os planos para o futuro?
Temos o plano de levantar a EVOD para chegar em um padrão de marcas consagradas tais como Redley e Osklen. Seguimos essa linha, discreto mas marcante.  Pretendemos abrir lojas, mas nada de shoppings! Somente lojas de rua, pois o comércio é mais direcionado para o nosso público.
Onde posso comprar Evod?
Consegue comprar EVOD! pelo nosso orkut ou então no boca a boca mesmo. Ainda não temos produtos suficientes para atender lojas e nem mercado para isso, estamos entrando em um mercado muito difícil com um público muito exigente, então temos que manter a qualidade para fidelizar.

A evolução da moda

abril 27, 2010

Fiquei pensando sobre moda, e sobre a evolução da nossa produção nas últimas décadas. Até pouco tempo atrás (50 anos, mais ou menos), muita gente dizia que nós não tínhamos identidade, e que tudo o que se produzia aqui era cópia ou européia ou americana.

E, olhando para o que era feito nessa época, eu devo dizer que bem que concordava. Mas (ainda bem) a coisa mudou. E mudou pra muito melhor.

Com as inovações tecnológicas introduzidas na produção têxtil brasileira e o fato de o Brasil ser a bola da vez no quesito sustentabilidade, a atenção dada para a cultura brasileira aumentou significativamente. E não é porque temos muitos elementos étnicos que nossa roupa virou fantasia: o algodão orgânico, por exemplo, já invadiu muitas de nossas prateleiras, em peças lindas para usar.

Fause Haten e nossas influências religiosas.

E o melhor: os estilistas aprenderam a unir criatividade a todos esse processo. O jeans sustentável de Carlos Miele, a coleção cheia de elementos brazucas de Fause Haten e o Dragão Fashion (semana de moda que acontece no Nordeste e mostra as produções mais legais de lá) ganhando espaço em Londres são só alguns exemplos.

Desfile de Vitorino Campos no Dragão Fashion em abril

Como dá pra perceber, não é só com a exportação de alimentos que o brasileiro ganha a vida.

Pra você se divertir:

– Quem tá postando umas fotos lindas do Fause Haten é o www.agoraquesourica.com

– O dragaofashion.com.br é o site oficial do evento, e vai fazer cobertura do que rolou durante toda a semana.

E, claro, compre sempre uma Vogue. Além de ter ótimas referências, mostra várias fotos da campanha do Carlos Miele.

A foto de divulgação do Jeans de Carlos Miele na Vogue de abril.

Lookbook – 38° Salão de Arte Contemporânea Luiz Sacilotto

abril 27, 2010

Na última quinta-feira (22/04), conferimos a abertura do “38o Salão de Arte Contemporânea Luiz Sacilotto” em Santo André (SP). Foram selecionadas 24 obras de 15 artistas, entre eles o nosso amigo Guilherme Callegari.

A gente aproveitou a oportunidade pra conferir os looks de quem tava por lá!

Confira:

Aline, 25, psicologa e artista plástica

Cintura alta, bem na moda!

Ana Laura, 23, artista plástica

Ela soube misturar bem as cores, mas é uma combinação arriscada – tem que tomar muito cuidado quando for usar duas cores fortes como o azul e vermelho

Carla, 26, artista plástica

Estilo bem diferente, uma revisão dos anos 1960, mas a blusinha de cetim dá um ar mais arrumado no look

Erica, 26, publicitária

Estilo bem urbano, aproveitando o xadrez que está no auge da moda com a volta do grunge. Camisa mais soltinha estilo boyfrind shirt

Kelli, 31, psicóloga

Vestido bem meia estação, tem um corte bem legal.

Milana, 23, artista

Essa combinação ficou bem legal, é completamente casual e vai muito bem pra qualquer lugar!

E não podia faltar o estilo do Gui, o artista da noite!

Guilherme Callegari, artista

Curtiu o trabalho dele? Saiba mais no site do Coletivo Marte, ou visite seu Flickr